…ou tricota, ou bloga! Faça sua escolha…

Todo santo dia perco um tempão pensando em mil coisas prá falar aqui, dividir (sabe-se lá com quem) coisas boas e outras nem tanto… porém o teclado, nesses momentos, está sempre distante das ideias. Penso no banho, antes de dormir, enquanto almoço… tenho sempre algo em mente para despejar no blog.

Vai ver, Deus é providencial em manter-me afastada do computador nessas horas. Muitas vezes os pensamentos são esparsos, vem, vão e pluft!!

Nos momentos de folga só as velhas e boas agulhas são mantidas em plena atividade. Depois é o sono, denso, pesado e suado. São Pedro não é mais o mesmo… ou chove demais ou o calor da noite nos deixa insones.

Para não deixar a coisa por aqui muito sem graça, roubei estes poucos minutos para colocar fotos de projetos terminados, pelo menos para dizer que não morri afogada em meio aos processos e à dureza do cotidiano…

SpringTime Bandit

El Hatto Negro e Pala Manzoni (a modelo é minha irmã, Martha)

 

Percy Shawl

 

 

Espero que gostem…

Maktus

Maktus

Olha ele aí, gente! O Maktus (feito a la gringas)

Bem básico, né?! Mas além de estar sendo tricotado entre a Aclimação e a Rua Bela Cintra e vice-versa, estou usando o Continental Style, uma vez que pendurar o alfinete em pleno ônibus lotado, fica difícil, VAMOS COMBINAR?!

Enfin… Tenho que confessar minha maior frustração tricozística: Não me adaptar 100% ao Continental Style… Na verdade, meu estilo é um mix doido dos dois métodos de tricotar.

Se for um trabalho só em ponto meia, frente e verso (garter stitch), dá para manter a maneira mais rápida: Continental Method.

Mas se forem carreiras alternadas, com laçadas, ssk, k2tog, etc… etc… e o pior, se tiver um único PURL, já prefiro mandar bala no estilo Inglesa que viveu na Santa Terrinha, ou seja, linha na mão direita e alfinete de gancho pendurado acima da linha do coração, quase ombro, para evitar o contato do fio com a pele do pescoço. Essa é a forma que utilizo para tricotar meus xales mais elaborados.

Uma única vantagem… para projetos coloridos (Intarsia ou Fair Isle), consigo tricotar um fio em cada mão! !

Quanto ao Maktus, vai ganhar uma borda bem legal, para tirar essa carinha de projetinho mixuruquinha…

Primeiro desafio, terminado!

AAAAAllelluia! AAAAAAAAlllellluia!

O primeiro dos 10 xales está prontinho, só falta a blocagem.

Então, apresento-lhes:

Cedar Leaf  Shawlette

Lã/Linha: Fofura baby & kid’s (Branco) – Agulhas Addi 3,5mm.

PS: Acho que este xalinho não conta para o 10 Shawls to knit in 2010 do Ravelry, afinal é bem pequeno, quase um cachecol de ombro, mas é tão lindinho que para mim, VALEU SIM!

Tricots em público

Gente, que máximo! Decididamente, tricotar em público é um deleite para qualquer exibicionista, viu?!

Hoje foi meu primeiro dia de andarilha.

Apliquei um duro golpe no meu sedentarismo, e fui trabalhar de ônibus. Em compensação, já que fiquei sem minhas quatro rodas, nada mais justo adotar uma prática saudável, que garanta meu bom humor durante o dia inteiro: ir de casa atééééééééé o trabalho tricotando!

Apesar de me sentir uma marciana, pois TODO MUNDO, homens, mulheres, jovens, crianças, ficaram me observando insistentemente e sem nenhum constrangimento, fiquei muito feliz!

O trajeto rendeu umas três carreiras do meu Maktus, sim, Maktus… Um Baktus feito de baixo para cima, e não pela lateral, aumentando-se um ponto ao final de cada carreira.

Depois eu mostro as fotos que já tirei dele.

Estou usando Lang Yarn JAWOLL COLOR JACQUARD – COR 0210

Agulhas Addi Lace 2,75mm.

Swallow sem Tails – as fotos

Bom… para não deixar o dia passar em brancas nuvens, cá estão as fotinhos da blocagem do Swallow.
Minha máquina fotografica não é, assim, uma Brastemp, mas dá para ter uma ideia!

Usei menos de uma meada de Nube Soft 3/16, cor Areia. Algo em torno de cem pérolas pequenas.
Agulhas Addi Lace 2,75mm.

SwallowTail ou Quem tem pressa, come cru!

Pois é… bem diz o ditado! A pressa é a inimiga número um da perfeição!

Terminei o meu, modéstia a parte, maravilhoso SwallowTail no finalzinho de dezembro.
Caprichei na lã argentina, nas Addi’s novinhas em folha, adicionei micro-pérolas…
Levei uma semana para terminar o projeto e guardei bem guardadinho para blocar no início das férias de verão.

Logo no dia 5 de janeiro fui-me, de mala e cuia, para Avaré, cuja saga merece um post exclusivo… Enfim, para quem pretendia ficar somente cinco dias e acabou ficando QUATORZE, imaginem o quanto estava bom ficar de frente para a represa, admirando os Verdes de Avaré, que acabaram rendendo um xalezinho (designed by myself!), papo pro ar, comida boa, companhia idem…

Voltando para casa, lembrei-me do tão-amado Swallow guardadinho esperando sua blocagem…
Para tão nobre projeto, nada menos que uma caprichadíssima blocagem.
Usei a técnica do MATAR ACRÍLICO com ferro a vapor que deu suuuper certo com o Percy Shawl.
Estiquei o bichinho na “caminha” king size do filhão logo cedo no domingo, mandei bala em duas cargas completas de água vaporizada e deixei quietinho…

MEU FILHO VOLTOU DE VIAGEM ANTES DO PROGRAMADO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Ó vida… Ó azar… Toca tirar os alfinetes do meu Swallow… que dada a pressa, ficou quase sem Tails!
Não que tenha ficado ruim, mas as laterais ficaram pouco definidas…

Enfim, fotos tiradas, seguem abaixo para apreciação:…

Ah, sim… SE eu tivesse trazido o cabo da máquina, você poderia ver as fotos! GRRRRRRRRRRRRRR! Blogueira de primeira viagem é assim mesmo…

SORRY! Amanhã tem mais!

10 xales em 2010! Tambem estou nessa!

Fiz minha listinha de xales para 2010:
1) Septembertuch;
2) Aeolian;
3) Gail;
4) Haruni;
5) Bitterrot;
6) Cedar Leaf Shawlette (receita comprada hoje pelo Ravelry)
7) Heartland Lace;
8) Damson;
9) Traveling Woman;
10) Miralda’s.
Ufa!!!!!! Dificil saber por onde começar!
Amanhã preciso decidir, afinal Janeiro já vai pela metade…

Alem disso, preciso blocar meu Swallowtail antes de retomar a rotina do ano.